quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu vivi!!

Hoje acabou o estresse. Acabaram os gritos mandando Maurício parar de destruir a parede. Acabaram as brigas de Mamulengo e J.K. Acabaram as saliências de Flor.

Mas também acabaram as perguntas desconcertantes de Ton, os abraços de Mô, o olhar apaixonado de Amor Infinito. Hoje acabou um capítulo da minha vida profissional.
Minha primeira turma, meus alunos, terminou a educação infantil e saiu da escola. Eu também pedi pra sair. Corro o risco de nunca mais saber deles. Esses que me levaram a loucura, tantas vezes. Mas que também me fizeram chorar de emoção ao conseguirem pular sozinhos, se vestirem sozinhos, escreverem, lerem, responderem como eu responderia. Esses que me fizeram sorrir com suas bobeiras e respostas inusitadas, com suas flores roubadas do quintal do vizinho pra me dar, com seus desenhos coloridos e perguntas complicadas. Essas minhas onças.

A festa foi linda. Desgastante, é verdade. Deixar tudo pronto, com tanta coisa dando errado, foi realmente de surtar. E também foi emocionante. Todos foram as lágrimas: diretora, mães, convidados, alunos. Mas eu não derramei uma lágrima sequer. Estou chorando tudo agora. Agora que já acabou e eles se foram de verdade e pra sempre. Agora que estou olhando as fotos do evento, revendo o trabalho que tanto me tirou o sono nos últimos seis meses. E foi um dia lindo e que vai ficar pra sempre na minha memória.
Ah sim, porque depois de cinco longos anos sendo constantemente humilhada e tendo meu trabalho depreciado, o reconhecimento veio com pompa e circunstância. Veio pelos meus alunos, pela emoção das mães ao agraderem o trabalho excelente que foi feito com cada criança. Veio pela Secretaria de Educação e seu representante-mor. Veio por quem deveria vir. E isso compensou todo o choro, tristeza e frustração acumulados ao longo desse primeiro quinquenio.


Amor Infinito

Pequena onça e sua avó esperando a festa começar
Minha Mô, mostrando meu presente pras colegas

4 pitacos:

Luciana Matos disse...

Ai que bonitinho!
Ontem também teve a festa de encerramento na escolinha da Cecília e foi uma choradeira só!
Parabéns lindona! É bom saber que os pequetitos podem contar com pessoas como vocês!
Professoras da Ed. Infantil para Presidentas do Brasil! rsrs
Beijões!

Steve Finnell disse...

you are invited to follow my blog

pensamentobarato disse...

Parabéns, poucos professores que conheço ainda se importam com alunos.

Cecy disse...

Meu cordenador( uma pessoa muito sábia) costuma dizer que o professor nunca vai estar presente para realmente medir o fruto de seu trabalho e que temos que aprender a lidar com isso e a curtir esses momentos.

 

Copyright © Histórias e Pensamentos de uma Ruiva Infinita. Template personalizado por Elaine Gaspareto Design by Volverene from Templates Block