quinta-feira, 9 de abril de 2009

Relatos curtos de uma quinta-feira

Daí que hoje não tem aula e a pessoa bem que tentou dormir até mais tarde. Mas o raio do relógio biológico tem despertador embutido e ele toca diariamente as 7h. Ainda bem que sou teimosa e me recusei a levantar. Uma horinha a mais de preguiça faz milagre pelo humor da pessoa.
_________________________________________________

Mas então a gente precisa comer, e como não existe pomar nesta casa, o mercado é a solução mais adequada. E onde mesmo que eu estava com a cabeça pra ir ao mercado em véspera de feriado??? Milhões de crianças fazendo birra por causa do maldito ovo de chocolate, e eu com vontade de matar meio mundo. Isso sem falar na multidão de carrinhos engarrafando os corredores e na fila miserável de mais de uma hora pra passar sete (exatamente), eu disse SETE ítens.. Saudade dos tempos em que irmão e eu íamos ao mercado as dez da noite.... tuuuuudo de bom!!
_________________________________________________

Me irrita ligar pras pessoas e o celular tocar infinitamente sem que ninguém o atenda. Pior que isso é não ter retorno. Mas o que se há de fazer quando sua viagem fura por causa de um acidente de carro? Ligar pros amigos da sua cidade e tentar alguma coisa por aqui mesmo (já que é impraticável ir até a cidade vizinha, sob pena de não conseguir voltar pra casa por causa do trânsito). Melhor seria se eles atendessem o raio do telefone.
_________________________________________________

Achar uma boa manicure neste bairro... eis uma coisa que me deixou feliz. Agora só falta arrumar a peruca e comer os muffins que irmã deixou para mim.

1 pitacos:

Elaine disse...

Olá!
Rindo, mas rindo muito pois até seu mau humor é divertido.
Beijos.

 

Copyright © Histórias e Pensamentos de uma Ruiva Infinita. Template personalizado por Elaine Gaspareto Design by Volverene from Templates Block