segunda-feira, 14 de julho de 2008

Síndrome de Princesa Disney

Afinal de férias. E agora que os relatórios já estão entregues e a festa julina foi um sucesso, eu consigo escrever novamente.

Os últimos trinta dias foram de muita reflexão pra mim. Pensando nas bizarrices que acontecem com amigos, nas que leio nos blogs da vida e principalmente nas que ME acontecem, eu cheguei a uma conclusão: a minha geração sofre da síndrome da princesa Disney.

Já explico. As pessoinhas de idade entre 35 e 25 cresceram assistindo aos longas da Disney: A Bela Adormecida, Pequena Sereia, Pocahontas, Aladin, Branca de Neve, A Bela e a Fera..... E o que esses desenhos tem em comum? Uma princesa fofinha, fresquinha, mimadinha e sonhadora, que espera pelo príncipe encantado e pela vida perfeita, com estrelinhas no céu e sininhos de igreja. Não bastasse isso, temos ainda os filmes no melhor estilo "sessão da tarde" com a Julia Robert, Sandra Bullock, Meg Ryan e afins. Ou vai dizer que você nunca assistiu "Uma linda mulher", "Mensagem pra você", "Poção do amor n. 9", "Enquanto você dormia", "Top Gun", "Harry & Sally", "Sintonia do Amor", "Casamento do meu melhor amigo" e todos os clássicos disney?? Ainda mais se for mulher.. certamente já viu mais de uma vez, até.

No que isso influencia nosso comportamento? A gente quer viver como nos filmes. Esse ideal de vida é o nosso desejo secreto. Como diria a Lua, a gente vive como a Gisele, em Andalesia, sonhando com o nosso príncipe, e evitando viver algo real, num mundo real. Ouvindo histórias de várias amigas, conhecidas e desconhecidas, constatei que as mulheres da minha idade sonham em ser princesas. Ainda. Na verdade, tem tempo que constatei isso, mas só agora faz sentido. Eu achava que era apenas culpa das novelas, mas não. Foi toda uma geração de Princesas Disney que nos tornou assim.

E sexta, no MSN com um amigo, deu-se o seguinte diálogo:

Dzinha:claro! ninguem gosta de constatar isso. ainda mais mulher... que tudo o que quer, no fundo, eh ser amada de fato.
L.: sim, tem o ego.
Dzinha:nem eh isso, L. mas pensa soh........
L.: a mulher quer ser adorada e cortejada.
Dzinha:as mulheres da minha geracao........ a gente cresceu com desenhos da disney..com comedia romantica da julia robert, da meg ryan.. com filminho de sessão da tarde com final feliz..
L.: as mulheres de duas geraçoes atras tbm.. mas vcs até que sao avançadinhas. transam por transar. era muito pior
Dzinha:tá... mas no fundo, a gente cresce com esse ideal de princesa da disney na cabeca, saca? do principe perfeito que vai fazer tudo perfeito e nos conquistar..
a gente ate transgride, transando por transar. mas eh pra afrontar
. eh como quem diz "ideal de princesa, eu cago baldes pra voce"! mas, no fundo, eh uma mentira.
L.: cara, muito interessante o que vc tá me dizendo. vcs tentam ser praticas, mas no fundo é muito duro ser assim.
Dzinha:a gente quer um principe que nos tire da solidao, do marasmo, de uma possivel velhice solitaria.
L.:ser mulher e pragmatica sao coisas distintas.
L.:ah, mas vou te contar um segredo. nós homens tbm. a gente tbm cresce meio assim, mas a gente disfarça mais. porque tem outros valores ogros tbm. como o de comer todas.. mas no fundo quer ser pai, ter casinha, amar muito a mulher e tal. o phoda é: homem com trauma é muito mais complicado que mulher com trauma. homem com trauma nao entra em relação, é muito difícil. mulher com trauma pode infernizar uma relação, mas nao deixa de vive-la. e quanto mais velho eles sao, mais chances de traumas

Depois disso que ele me falou, só posso pensar que danou-se tudo. Porque eu pensava que só as mulheres estavam surtadas. Mas não. Os homens da minha geração também foram influenciados por esses conceitos malucos de perfeição. E ninguém vive o real. Ou então, até vive. Mas cheios de traumas, medos, aflições.. e infernizando a vida do outro. A Rach me chamou atenção essa semana pra isso: eu, que sempre fui uma mulher superior, estava me tornando aquele tipo de mulher que sempre odiei - a princesa disney. MEDO!! Som de sirene, luz piscando, camisa de força e todo o aparato já! Parei, pensei e mudei de atitude.

Fala sério!! SE eu for uma princesa disney, quero ser a Bela, que é decidida, é pobre mas vai a luta, estuda, não se conforma com a vidinha do campo, e não tem medo da Fera.

Mas, graças a Deus, há salvação para as próximas gerações. Se observarmos, as princesas estão mudando. Agora temos a Fiona, que é ogra (literalmente), robozinhas, peixes sem memória, as amigas de SATC e outras tantas mulheres determinadas que fazem acontecer, e não apenas esperam pelo príncipe.

Há tempo que concluí que eu faço minha felicidade. E me recuso a esperar pelo príncipe encantado. Até porque, vai que ele é igual ao príncipe do Sherk????? Fala sério!! Quero não.
Relacionamentos são bons? São ótimos. Não vou ser hipócrita de dizer que não dou a mínima pra isso. Mas, definitivamente, não precisa ser um conto de fadas. O amor existe, mas é bem menos romântico do que aparece nos filmes e do que a gente imagina....

4 pitacos:

ROBS disse...

É minha cara ruiva...
Relacionamentos são difíceis. E buscas um ideal, um conto de fadas, ou um conto da família perfeita e feliz e mais ainda!

Acredito que tanto homens qto mulheres buscam a mesma coisa, felicidade. Pode estar num princípe ou princesa encantada, ou simplesmente em transas e transas. Tudo depende. No fundo, todos nós só queremos fugir de uma coisa: a solidão!

Fomos influenciados sim por filmes e histórias da disney ou não. Mas nós homens, no fundo tb queremos encontrar nossas princesas, isso é uma eterna busca...e não é só dos dias de hoje!

ps: Aquele bilhete de Einstein (que vc viu no meu blog) parece se encaixar um pouco nisso. não se preocupe...to procurando meu bilhete também! rs.

Bia disse...

Menina, toda minha concepção de mundo desmoronou agora! Vc tem razão, a culpa é da Disney!!! hahaha Mas, sério, vc teve um p... insight, mulher, vc poderia escrever um livro e ganhar dinheiro com isso. Aliás, eu já tive um príncipe do Shrek, furada gospel!! Graças a Deus, caiu a ficha e eu pulei fora. Muito bom abrir o blog e ver vários textos novos. beijinhos!

Gabi disse...

Muito bom!
Luto contra essa síndrome faz tempo...rsrsrsrsrs!
Bjs!

Milinha* disse...

Entrei na net,cliquei no google e digitei "Sindrome de Princesa" Literalmente achei que não ia encontrar nada parecido com o que eu e algumas amigas estamos pesquisando! Estamos começando a escrever um livro que mostre o quanto a visão da Disney influenciou a nossa geração, pricipalmente as mulheres que anseiam em encontrar um pricipe encantado sem dar conta que o filme nunca mostra o resto da vida das princesas ao lado daqueles principes que não tem nada na cabeça!! Sempre acaba no casamento, mais afinal..o casamento é o inicio de tudo..a vida á dois começa aí!! Pobre ilusão a nossa..temos que olhar sim, as FERAS que estão sempre ao nosso ladinho!!

Adorei seu post!! Bjo bjo

gostaria de trocar algumas ideias contigo!! camila_nsa@hotmail.com

 

Copyright © Histórias e Pensamentos de uma Ruiva Infinita. Template personalizado por Elaine Gaspareto Design by Volverene from Templates Block