segunda-feira, 30 de março de 2009

Dos pequenos prazeres da vida #5

Hoje de manhã, ao abrir a porta da sala para receber os alunos, Amor Infinito está diante de minha porta.
Ao me ver, corre e me abraça o abraço mais gostoso que eu poderia esperar numa segunda-feira de manhã. Enterra o rosto nos meus cabelos e fica assim, agarrado a mim, por um sem fim de tempo. Quando, afinal, crio coragem para soltar este abraço tão gostoso, ele me olha e me fala que me ama infinito.

Não importa se ele não é mais aluno da minha sala, ele SEMPRE me amará infinito. E eu SEMPRE o amarei absurdo.

6 pitacos:

Ozenilda Amorim disse...

Que lindo!!!

Cecy disse...

Ruiva, são coisas assim que fazem nossa profissão valer a pena.
Chamo minha turma de 6 ano da turma de "olhinhos brilhantes". Morro de tristeza de imaginar que eles possam perder essa empolgação.

Jullyane disse...

Fofo demais, né? Criança quando gosta é de verdade!

Beijos!

Elaine disse...

Olá!
Daí que assim dá para entender porque em um post lá atrás você disse lamentar não poder acompanhar as "onças" rumo às etapas seguintes...
Boa terça para você.

Esotérica disse...

Adorei! nem tenho palavras...

www.feity.net

Thiago Mendanha disse...

Oi, Ruiva :)

Estou passando p/ agradecer por me linkar... Um grande abraço, Deus te abençoe!

 

Copyright © Histórias e Pensamentos de uma Ruiva Infinita. Template personalizado por Elaine Gaspareto Design by Volverene from Templates Block