segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Plano de fuga

Quando eu era criança, lá com uns 4 ou 5 anos, fugi de casa. Catei meu brinquedo preferido, umas roupinhas, coloquei dentro da fronha e fui pra casa da minha avó. A casa de vóvs era na frente da minha casa. É claro que a fuga não durou muito. Eu estava SEMPRE na casa da minha avó e quando mams viu a gaveta bagunçada, foi me procurar na vóvs.
Mas hoje a vontade de fugir voltou. E voltou di cum força. Se não fosse pelo trabalho e pela faculdade, até a metade de dezembro, eu sumia! Dessa vez não iria pra casa de vóvs. Iria pra mais longe. Muito mais longe...

1 pitacos:

rchia disse...

Acho que, nestes tempos, todo mundo quer fugir.

 

Copyright © Histórias e Pensamentos de uma Ruiva Infinita. Template personalizado por Elaine Gaspareto Design by Volverene from Templates Block