terça-feira, 21 de outubro de 2008

Eu já...

  • fui ao cinema, ao shopping e ao restaurante sozinha (várias vezes);
  • passei em concurso público;
  • ganhei ingresso, na rádio, pra um show que estava doida pra ir;
  • me apaixonei pelo meu melhor amigo;
  • menti pro meu chefe;
  • viajei sozinha, pra um lugar distante, só pra fugir da sociedade;
  • ouvi "eu te amo" de um homem, e foi sincero;
  • briguei na rua, igual menino, com um cara maior que eu;
  • tive uma arma apontada pra mim (três vezes);
  • fiz o bandido devolver minhas coisas, na ameaça;
  • corri atrás do bandido, e peguei o que era meu;
  • vi um acidente de carro;
  • chorei igual criança, e dormi chorando, por causa de uma paixão;
  • seduzi só pelo prazer de seduzir;
  • me apaixonei e não fui correspondida;
  • terminei um namoro - mesmo gostando dele - por saber que era o melhor a ser feito;
  • ouvi "você é a mulher dos sonhos de qualquer homem", de um homem;
  • ouvi "você é muito yowdza", de outro homem;
  • ouvi "você está acima da mediocridade feminina", de outro homem;
  • ouvi "você não é mulher suficiente pra mim", de um outro homem;
  • fiz amizades pela internet (e vingaram!!);
  • namorei com um, gostando de outro (mas nunca escondi isso);
  • fui esquecida no teatro (duas vezes);
  • fiquei trancada do lado de fora de casa, no meio da madrugada e, por isso, dormi na varanda;
  • tive queimadura de terceiro grau fazendo comida;
  • chorei pela morte de um desconhecido;
  • chorei numa final de campeonato;
  • desmaiei de dor;
  • desmaiei de emoção no casamento de uma amiga de infância (no altar, de madrinha);
  • fiz terapia;
  • me perdi;
  • disse "eu te odeio", quando queria dizer que amava;
  • pensei em fugir de casa (aliás, eu fugi uma vez, quando criança, pra casa da minha vó; mas eu morava na casa do lado);
  • burlei a segurança do cinema e assisti dois filmes;
  • chorei pra convencer um homem a fazer o que eu queria;
  • dancei até amanhecer;
  • fiquei na praia com os amigos até amanhecer;
  • conversei ao telefone até amanhecer;
  • perdi o sono por não saber o que fazer;
  • perdi o sono ansiosa com o resultado de uma prova;
  • tive doença emocional;
  • chorei de raiva;
  • dividi apartamento com uma amiga, e não deu certo;
  • dividi apartamento com a minha irmã, e deu super certo;
  • pensei em morar com Os Galos, mas não daria nada certo;
  • tive medo paralisante;
  • fiquei na rua até amanhecer, porque esqueci de pegar dinheiro pro taxi;
  • dirigi sem habilitação;
  • chorei lendo um livro;
  • cansei de escrever, por hora.

3 pitacos:

lisa disse...

Nossa me identifiquei muito com esse texto. Adorei.
Bjux
Lisa*Ruivah =^-^=

Lua disse...

Eu prometo não te esquecer no teatro, tá?

auahauahaauahaauahaauahauahaaa

Beijos

Madame Mim disse...

O que é "yowdza" ???

 

Copyright © Histórias e Pensamentos de uma Ruiva Infinita. Template personalizado por Elaine Gaspareto Design by Volverene from Templates Block