quinta-feira, 5 de abril de 2012

Os absurdos que ouço

Dizem por aí que quem tem boca, fala o que quer. E eu sou obrigada a ouvir muita coisa surreal por causa da crença popular.

Dia desses um cara que, educadamente, rejeitei, me perguntou se não tenho medo de me arrepender de ser arrogante.
¬¬
Pra início de conversa, tive vontade de perguntar se ele tava me rogando uma praga, ou me ameaçando. Pq, né, eu não tenho mais o direito de escolher com quem eu saio e quem beijo na boca e chamo de namorado. Não, claro que não. EU que sou arrogante de observar o comportamento da pessoa e, achando inadequado pro meu temperamento, rejeitar. Magina.. A arrogância não é dele, de se achar o Trakinas mais recheado do pacote, querendo que eu o aceite de qualquer forma. Isso não é nada arrogante.
Então, pra que fique claro, se a arrogância é um traço da minha personalidade, o homem que quer ficar comigo deve encarar isso como um teste e achar a melhor maneira de contornar esse "problema" e me convencer de que ele é a melhor escolha. Mas, ó, certeza que jogando na cara não vai conseguir isso.

E então hoje eu estava chegando na rua onde moro e passei a frente de três caras, que vinham conversando sobre, ó surpresa, mulheres pegáveis e mulheres casáveis, quando eles viram minha tatoo.
Não é que o papo mudou pra mulheres tatuadas? É que, segundo eles, a tatoo desmerece a mulher, e "uma dessa aí, ó, você até pega pra bagunçar, mas pra casar, NUNCA!". Sério que ainda tem gente que pensa assim? Que mulher tatuada é vulgar?? Tudo bem, essa minha é um pouco atrevida, mas o corpo não é meu?

Olha, é por isso que tenho andado constantemente com proteção no ouvido, porque em alguns momentos é melhor me fazer de surda.

3 pitacos:

Throwing it all away disse...

Algumas pessoas ainda não se deram conta que estão no século vinte e um. Lamentável.

Luciana Matos disse...

às vezes é melhor ser surda né gata?!
rs!
bjão!

Cigana Dara disse...

vc escreve muito bem! parabéns...pela sensibilidade!
to seguindo vc!
Forte abraço

 

Copyright © Histórias e Pensamentos de uma Ruiva Infinita. Template personalizado por Elaine Gaspareto Design by Volverene from Templates Block