terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Sou seu dono

Olha, te dizer que uma coisa me apavora nesses relacionamentos atuais: os homens se acham donos das mulheres que estão com eles. E o que acho ainda pior: elas aceitam numa boa. Pelo menos por um tempo.
Nunca fui chegada nessas músicas bregas e ridículas românticas que fazem apologia ao ciúme e ao sentimento de posse. E sempre desconfiei de quem gosta (tá, ok, sou musicalmente preconceituosa).
Se isso ficasse apenas no plano musical, ainda estaria tudo bem. Mas já reparou a quantidade de casos que temos visto em que o namoro/casmento/noivado termina e o cara vai lá, dá umas porradas na mulher ou, pior, mata a pobre? O caso de ontem, que o noivo atirou na noiva e no padrinho, no altar da igreja, na hora do casamento, me deixou em choque. Como assim, gente?! Não sei se a noiva se pegava com o padrinho e isso despertou a fúria do noivo, mas então por que não cancelou o casamento? Precisava matar todo mundo?? A mulher, então, não tem mais direito de mudar de idéia. Uma vez que se envolva com um sujeito, tem que ficar presa a ela para todo o sempre. É isso? Porque, olha, isso me faz desejar cada vez menos estar seriamente com alguém.
Dae alguém pode me dizer que "é só escolher direito". E respondo que as pessoas estão cada vez mais malucas, e que psicopatas estão por ae, convivendo com você e aposto que você nunca notou. É claro que algumas situações são notoriamente loucas desde o começo, mas não são todas. E como fazer, então? Não tenho condição de responder essa pergunta, infelizmente. Queria ter uma receita eficiente pra passar a todas as mulheres para que nenhuma mais seja vítima de homens que se acham donos das bu***as alheias. Mas a única coisa que posso dizer é que, se o seu namorado/ficante/noivo/marido levantar a voz pra você em alguma discussão, ou se, no calor de uma briga ele cerrar os punhos e falar entre os dentes, é sinal de violência e você deve sair dessa relação o quanto antes, porque um dia ele não vai controlar o impulso violento que tem dentro dele e vai te agredir. E eles normalmente batem antes de atirar ou esfaquear.

3 pitacos:

Patrícia disse...

Escreveu pouco mas disse tudo, Ruiva...

Luciana Matos disse...

Ai menina,
E eu que vivi isso com a minha irmã e o ex-marido(amém)?!
É hard.
bjão!

Simony disse...

Quem dera todo ser humano tivesse cerebro! Nao haveriam mulheres presas a homens cretinos e nem homens assassinos. Mas infelizmente nem todo mundo tem cerebro!

 

Copyright © Histórias e Pensamentos de uma Ruiva Infinita. Template personalizado por Elaine Gaspareto Design by Volverene from Templates Block